ÚLTIMAS RESENHAS

#Clube do Livro 2017 - A Guerra Que Salvou a Minha Vida - Kimberly Brubaker Bradley

26.5.17

TÍTULO ORIGINAL: The War That Saved My Life
AUTORA: Kimberly Brubaker Bradley
GÊNERO: Ficção
EDITORA: Darkside Books
ANO DE LANÇAMENTO: 2017 
NÚMERO DE PÁGINAS: 240

SINOPSE: Ada tem 10 anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular - coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um "pé torto" como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.
Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partir para o interior, em busca de uma vida melhor.



Oi pessoal!! Como toda a última sexta feira do mês venho com a postagem do Clube do Livro 2017, criado pelo blog Garota do 330, projeto que venho mantendo firme rsrs. A postagem do mês de maio teria que ser sobre um livro escrito por uma mulher e então escolhi A Guerra que Salvou a Minha Vida.

Ada vive com sua mãe e seu irmão em Londres, em um apartamento miserável, são muito pobres e ela sempre viveu trancada em casa, sem frequentar a escola, pois sua mãe tinha vergonha de mostrar ao mundo sua filha, que chamava de aleijada. Até que a Guerra começa e as crianças são evacuadas para o interior. Ada não iria com o irmão pois a mãe não achava que ela merecesse ser beneficiada por ter deficiência física mas Ada foge com ele. Ao chegar no interior, vão morar com Susan onde encontram um lar de verdade. 





Que livro incrível! Uma história emocionante e de superação em plena Segunda Guerra Mundial. Ao mesmo tempo em que tem muita dor e sofrimento, é um livro extremamente doce e delicado. A simplicidade da história é que dá o seu encanto, e faz você não querer para de ler. Se eu não tivesse tantas interrupções, teria lido em um dia pois os capítulos são curtos e de fácil compreensão.

Ada, ao nos contar sua história sofrida, mostra o quanto devemos dar valor às pequenas coisas da vida, que muitas vezes nos passam desapercebidas. Que o amor sempre prevalece e salva vidas. Não tem como não se apaixonar pela protagonista da história, durante toda a leitura tive vontade de pegá-la no colo e fazer muito carinho nessa doce menina.

E o final é maravilhoso! E justo!!! É simplesmente uma história incrível, em uma edição lindíssima da Darkside. Recomendo demais!

Beijos e até a próxima!!!





#Projeto Escrevendo Sem Medo - Maio

23.5.17




Olá pessoal! Hoje venho com mais uma postagem do projeto Escrevendo Sem Medocriado pela Thamiris do blog Historiar, que consiste em, todo mês, escrevermos um texto de acordo com temas pré estabelecidos (vejam o texto do #Projeto Escrevendo Sem Medo - abril).

O tema de maio é: Se eu tivesse poderes mágicos... Confesso que foi bem difícil para mim escrever dessa vez, não estava inspirada e o texto não saiu lá essas coisas, e também ficou bem curto. Vamos lá!


Se eu tivesse poderes mágicos gostaria de ter o poder de mudar as pessoas. De fazer elas serem menos amargas e mal educadas. Como o mundo carece de pessoas que transmitem alegria e sejam cortesãs! Não há nada mais chato do que conviver com pessoas que reclamam o tempo todo e não enxergam o lado bom das coisas, que são mal educadas e não repeitam o próximo.

Gostaria de ter o poder de não deixar ninguém partir o coração de ninguém, magoar ou decepcionar, de evitar guerras, corrupção, sem-vergonhice. De fazer as pessoas perceberem que amar é muito melhor do que odiar. Hoje o ser humano está muito rancoroso, individualista e egoísta e bem que eu poderia ter o poder, com apenas um toque, de fazê-las enxergar o quanto estão erradas.


Beijos e até a próxima!!!

Quem Era Ela - JP Delaney

18.5.17

TÍTULO ORIGINAL: The Girl Before
AUTOR: JP Delaney
GÊNERO: Thriller psicológico
EDITORA: Intrínseca
ANO DE LANÇAMENTO: 2017
NÚMERO DE PÁGINAS: 336

SINOPSE: É preciso responder a uma série de perguntas, passar por um criterioso processo de seleção e se comprometer a seguir inúmeras regras para morar no n.º 1 da Folgate Street, uma casa linda e minimalista, obra-prima da arquitetura de Londres. Mas há um preço a se pagar para viver no lugar perfeito.
Mesmo em condições tão peculiares, a casa atrai inúmeros interessados, entre eles Jane, uma mulher que, depois de uma terrível perda, busca um ponto de recomeço.
Jane é incapaz de resistir aos encantos da casa, mas pouco depois de se mudar descobre a morte trágica na inquilina anterior. Há muitos segredos por trás daquelas paredes claras e imaculadas. Com tantas regras a cumprir, tantos fatos estranhos acontecendo ao seu redor e uma sensação constante de estar sendo observada, o que parecia um ambiente tranquilo na verdade se mostra ameaçador. Enquanto tenta descobrir quem era aquela mulher que habitou o mesmo espaço que o seu, Jane vê sua história se entrelaçar à da outra garota e sente que precisa se apressar para descobrir a verdade ou corre o risco de ter o mesmo destino.


Uma casa minimalista projetada por um arquiteto controlador que perdeu a esposa e o filho em um acidente mal explicado. Um casal procurando um local para alugar e começar uma vida juntos. Anos depois, Jane aparece para alugar a casa, e decide investigar o que aconteceu com a antiga moradora. Nada é o que parece nessa história.

A casa atrai por sua arquitetura peculiar e tecnologia, que se torna irresistível para Jane, onde ela poderia ter um recomeço, após a perda de sua filha. Porém, todo encanto se torna uma ameaça quando ela descobre qual o fim trágico da antiga moradora, Emma, dentro da casa. Desde então, saber sobre ela tornou-se uma obsessão, conforme ela ia descobrindo suas semelhanças com Emma.




A história é contada em duas épocas, "ANTES: EMMA e AGORA: JANE", com capítulos curtos que facilitam a leitura e a tornam muita rápida. Durante toda a leitura fiquei com aquela sensação de desconfiança por todos os personagens e desconfortável com algumas passagens mas isso é o que acaba prendendo você na história e você fica querendo saber o que vai acontecer depois. O livro dá reviravoltas que não foram tão surpreendentes para mim.

É um livro bem escrito e uma trama bem amarrada mas que não me surpreendeu e por isso fiquei um pouco decepcionada (eu e minhas expectativas... rs). Tenho amigas que leram e disseram que o livro era incrível, com um final surpreendente e isso tinha me deixado com muita vontade de ler. Daí criei uma super expectativa mas acabei meio que prevendo o final.

Entretanto, não deixem de ler! É um thriller de suspense muito bom!

Beijos e até a próxima!

Diário de uma Escrava - Rô Mierling

13.5.17

TÍTULO ORIGINAL: Diário de Uma Escrava
AUTORA: Rô Mierling
GÊNERO: Ficção policial
EDITORA: Darkside
ANO DE LANÇAMENTO: 2016
NÚMERO DE PÁGINAS: 240

"No Brasil, todo ano, 250 mil pessoas somem sem deixar vestígios. Desse total, 40 mil são menores de idade, dos quais um terço são meninas destinadas a fins sexuais. Muitas escapam ou são encontradas, contando histórias terríveis; outras, nunca mais são vistas com vida."





Oi pessoal! Hoje venho com literatura nacional. Posso dizer que esse foi o livro mais chocante e mais brutal que eu já li. É uma forte crítica social, a realidade nua e crua do que acontece em nosso país e, muitas vezes, ninguém fica sabendo.

O livro nos conta a história de Laura, que foi sequestrada por Estevão, que ela chama de Ogro, e fica em cativeiro por mais de 5 anos, sem ver a luz do sol e servindo de escrava sexual. Ela é violentada diariamente e a autora não poupa detalhes nas cenas mais cruéis mostrando como o seu sequestrador é psicótico e doentio. Você sente o sofrimento dessa menina que, quando foi sequestrada, tinha 15 anos. Durante a leitura inteira eu me senti muito abalada.




Apesar de ser intitulado diário, o livro não é escrito com tal. A narrativa da autora é bem fácil e o livro é muito rápido de ler pois são poucas páginas com letras relativamente grandes. Eu não vou discorrer muito mais sobre ele pois não tem como. É bem difícil escrever sobre essa história visto a sensação de revolta que ela causou em mim.

E o final????????????? Gente.... De início, achei surpreendente mas, depois de ler algumas explicações que a autora descreve ao final do livro, você vê que faz todo o sentido. 




Bem, fica a dica de um livro bem escrito. Se você tem estômago para aguentar, acho que vale a pena a leitura pois ela não deixa de ser um alerta aos cuidados que devemos ter com nossas garotas.

Beijos e até a próxima!

Os Espelho de Cassandra - Bernard Werber

8.5.17

TÍTULO ORIGINAL: Le Mirroir de Cassandre
AUTOR: Bernard Werber
GÊNERO: Ficção
EDITORA: Bertrand Brasil
ANO DE LANÇAMENTO: 2015
NÚMERO DE PÁGINAS: 560

SINOPSE: Cassandra Katzenberg, de 17 anos, nunca teve uma vida normal. Sem lembranças de sua existência até os 13 anos, quando seus pais faleceram em um atentado no Egito, a jovem é considerada excêntrica, até mesmo louca, por todos à sua volta. Principalmente após começar a ter visões do futuro, tal qual sua homônima da mitologia grega, prevendo grandes tragédias para a humanidade com uma assustadora riqueza de detalhes.
Determinada a recomeçar a vida em outro lugar, Cassandra foge da Escola das Andorinhas, onde estudava, levando consigo um misterioso relógio que calcula sua probabilidade de morrer num intervalo de cinco segundos. Na fuga, encontra uma aldeia chamada Redenção, onde pessoas banidas da sociedade vivem com títulos de nobreza, em um verdadeiro Estado livre e independente.
É ali, ao conhecer o Barão, a Duquesa, o Visconde e o Marquês, que suas premonições finalmente serão ouvidas. Junto aos redencionistas, Cassandra descobrirá um novo caminho e encontrará aliados com os quais poderá contar na tentativa de salvar o mundo das futuras tragédias das quais somente ela tem conhecimento.


Oi pessoal!!! Não estou postando com tanta frequência pois minha vida está um loucura! O trabalho anda exigindo bastante de mim, fora o tempo dedicado ao filho, marido, casa... daí o blog acaba ficando para trás. Contudo, eu não poderia deixar de trazer mais uma resenha, dessa vez de um livro com uma história TOTALMENTE MALUCA E VIAJANTE mas com muitos trechos reflexivos e que, às vezes, são um tapa na nossa cara.

O que mais me atraiu nesse livro foi a sinopse, pois fala de uma garota que prevê o futuro e ninguém acredita nela. Muito bem, confesso que eu esperava que o livro tivesse uma outra "pegada". No início, não gostei. Pensei que fosse um romance que se passava nos tempos antigos mas não, é uma história que se passa no século XXI. Depois, comecei a perceber o quão viajante ela era e comecei a me decepcionar mais pois, além disso, a narrativa se arrastava. Quando eu achava que iria acontecer alguma coisa, nada acontecia.



Cassandra é uma garota especial que não se lembra de nada até seus 13 anos, quando seus pais faleceram em um atentado no Egito. Depois disso, ela foi para uma escola onde viveu até os 17 anos, quando decidiu fugir para tentar descobrir o mistério que rondava sua vida antes dos 13 anos. E fez de tudo para isso: morou na rua, roubou, passou fome, até que encontrou os redencionistas, como dito na sinopse, onde finalmente achou seu verdadeiro lar e começou a ter suas visões que, de início, ninguém acreditava. Até que encontrou neles, aliados.

E ocorre muita coisa com Cassandra até ela descobrir o que realmente aconteceu com ela. Sinceramente, acho que não são necessárias tantas páginas para a conclusão da história, que se dá nas últimas 30 páginas do livro. A narrativa do autor é boa e a história também. Talvez eu não tivesse me decepcionado tanto se não tivesse lido a sinopse do livro antes, pois criei outra expectativa.

Mas é um livro bom, que possui várias passagens reflexivas e críticas sociais fortes, a protagonista é muito inteligente, assim como seus companheiros de Redenção, apesar de terem sido excluídos da sociedade.

É uma leitura complexa, porém bem escrita, que vale a pena dar uma chance.

Beijos e até a próxima!!!!

#Novos na Estante - março/abril

1.5.17





Oi pessoal! Já faz um tempo que não posto os livros novos que andei colocando na minha estante (que por sinal está ficando pequena pra tanto livro) então decidi juntar todos o que comprei em março e abril. Foram muitas novidades em livros físicos e ebooks e alguns até já li e fiz resenha. Vamos lá!



FELICIDADE CONJUGAL - LEV TOLSTÓI (resenha)

O MENINO FEITO DE BLOCOS - KEITH STUART

MENINA MÁ - WILLIAM MARCH

EFEITO DOMINÓ - ALANA GABRIELA (ebook) (resenha)

OLHOS PRATEADOS (FIVE NIGHTS AT FREDDY'S #1) - SCOTT CAWTHON (resenha)

A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA - KIMBERLY BRUBAKER BRADLEY

ANTES QUE EU VÁ - LAUREN OLIVER (ebook) (em leitura)

MELODIA MORTAL (SHERLOCK HOLMES INVESTIGA A MORTE DE GÊNIOS DA MÚSICA) - PEDRO BANDEIRA/GUIDO CARLOS LEVI

EU ESTOU PENSANDO EM ACABAR COM TUDO - IAIN REID



Espero que tenham gostado! Se vocês já leram algum desses comentem o que acharam.

Beijos e até a próxima!
 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS