TÍTULO ORIGINAL: The Wasp Factory
AUTOR: Iain Banks
GÊNERO: Thriller psicológico
EDITORA: Darkside
ANO DE LANÇAMENTO: 2016
NÚMERO DE PÁGINAS: 240

SINOPSEFrank – um garoto de 16 anos bastante incomum – vive com seu pai em um vilarejo afastado, em uma ilha escocesa. A vida deles, para dizer o mínimo, não é nada convencional. A mãe de Frank os abandonou anos atrás; Eric, seu irmão mais velho, está confinado em um hospital psiquiátrico; e seu pai é um excêntrico sem tamanho. Para aliviar suas angústias e frustrações, Frank começa a praticar estranhos atos de violência, criando bizarros rituais diários onde encontra algum alívio e consolo. Suas únicas tentativas de contato com o mundo exterior são Jamie, seu amigo anão, com quem bebe no pub local, e os animais que persegue ao redor da ilha.



Olá pessoal! Hoje é dia de resenha de thriller psicológico (de novo...) pois esse anda sendo meu gênero predileto ultimamente. A quanto tempo não leio um romance de época??? Não sei... rsrs

A leitura de hoje foi pesada. Não conhecia o autor e, na verdade, só comprei esse livro porque é da Darkside, uma editora que eu amo. E decidi dar uma chance a ele dessa vez, visto que ele já estava na minha estante a um tempinho. E não me decepcionei.

Como dito na sinopse, Frank não é um garoto convencional, fica clara a sua psicopatia mas também é um jovem extremamente inteligente. Quando fica sabendo que seu irmão fugiu do hospital, ele começa a querer que sua volta seja o mais tranquila possível, pois ele, quando solto, costumava torturar animais e perturbar a ordem da cidade onde moravam. Eric telefona várias vezes para casa, e Frank procura, em todas elas, esconder as ligações do pai, que não tinha um bom autocontrole quando o assunto era Eric.





Frank possui semelhança de comportamento com o seu irmão, pois também torturava animais, mas mantinha um altar secreto, onde cultuava seu passado, que guardava três assassinatos. As cenas descritas na "Fábrica" são bem assustadoras e algumas, nojentas. Fortes mesmo.

Em suas idas e vindas ao passado, o autor vai desenrolando a vida do protagonista, revelando passagens realmente perturbadoras que, a princípio, parecem jogadas ao vento mas, conforme o desenrolar do livro, vão fazendo todo sentido.

Agora, o mais perturbador de tudo é o final. Eu não imaginava que a verdadeira revelação sobre ele seria tão bombástica. Não pensei na possibilidade. É... vocês terão que ler o livro para saber...

Se você quer um livro que fala sobre psicopatia, que seja extremamente sinistro e que te deixe de boca aberta por algumas horas, Fábrica de Vespas é perfeito. Recomendadíssimo!

Beijos e até a próxima!!!!

4 Comentários

  1. Olá Renata, tudo bem?
    Já conhecia o livro e gostei da resenha, mas ainda não sei se leio ou não..hahaha. Eu até gosto desse gênero, mas não são todos que me agradam. Enfim, amei a resenha e gostei da iniciativa de se aventurar por outros gêneros.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Rê!!!
    Eu amo os livros da Darkside e confesso que esse ainda não havia chamado tanto minha atenção! Mas depois de ler sua resenha fiquei muito ansiosa para ler! Ah gente! Essa editora vai me falir hahahaha
    beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário se gostou da postagem. Se não gostou, também pode deixar...