O POÇO E O PÊNDULO - 1842















Olá pessoal, tudo bem? Recentemente comprei o livro maravilhoso da Darkside Edgar Allan Poe: Medo Clássico - Volume 1, que contem 16 contos do autor, além de uma introdução da própria editora escrita por Márcia Heloísa e outra escrita por Charles Baudelaire, em 1852. Essas introduções contam um pouco sobre a vida de Edgar e a influência de suas obras. Para mim vai ser um belo desafio, pois acho bem difícil ler esses clássicos do século XIX, por causa do linguajar complexo.

Filho de atores de teatro, Edgar Allan Poe nasceu em Boston no dia 19 de janeiro de 1809. Depois de ter sido abandonado pelo pai com apenas um ano de idade, perdeu a mãe para a tuberculose no ano seguinte. Separado de seus dois irmãos foi criado por Frances e John Allan. Casou-se com a prima, Virgínia Clemm, quem perdeu com 24 anos, também para a tuberculose. É... não deve ter sido uma vida fácil. Morreu aos 40 anos, dois após a morte da esposa.

Pretendo, conforme for lendo os contos (coisa que farei em paralelo a outras leituras), ir publicando resenhas aqui de cada um, sob a TAG #Edgar Allan Poe: Medo Clássico. 




O primeiro conto, inserido no grupo de contos denominado "Espectro da Morte", é O Poço e o Pêndulo, de 1842, e conta a história de um condenado no período da Inquisição na Espanha (Toledo). Ele está preso à espera da morte, trancado em um local que, a princípio, não consegue identificar. Com o passar do tempo, ele vai descobrindo o local onde está preso e experimenta métodos de tortura. Ao ler o conto, o leitor sente toda a agonia do condenado, sua dor e desespero. Não é falado, em momento algum, quem é o condenado nem qual foi seu crime. O centro do conto é realmente o horror das sensações de tortura e da aproximação da morte. Não dá para alongar muito a conversa pois esbarraria em um spoiler facilmente. Eu fiquei bem agoniada ao ler esse conto.

E aí, gostaram? Em breve trarei mais um conto de Poe para vocês, e aos poucos vou falando sobre a experiência de ler esse clássico!

Beijos e até a próxima!!!

4 Comentários

  1. Olá Rê!!!
    Tenho muita vontade de ler algo do Poe. Além da edição estar linda, esse parece ser um livro ótimo e bem curioso!
    Achei legal demais você dividir as resenhas, vai ser muito bom conhecer mais do livro :)
    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ro!
      Eu também tinha muita curiosidade e essa edição acabou por me fazer lê-lo definitivamente. Realmente está demais!
      bjs

      Excluir
  2. Caramba!! Ele é incrível!!
    Gostei muito desse conto e espero pelos outros! Sou fã de drama, tenho certeza que irei gostar muito de mais essa obra de Poe *-*
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Melissa! Eu estou amando. Logo, logo, terá mais um conto postado.
      bjs

      Excluir

Deixe seu comentário se gostou da postagem. Se não gostou, também pode deixar...